Taison revela que grupo do Inter rechaçou pedido de desculpas de Patrick por expulsão no Gre-Nal: “A gente ganhou o clássico, cara”

O ídolo colorado e autor do gol da vitória no Grenal do último sábado, Taison, concedeu entrevista ao Vozes do Gigante na noite desta segunda-feira (08).

No bate-papo com Lucas Collar, Leandro Behs e Thiago Suman, Taison revelou que após ir até a torcida e apanhar dois caixões tricolores para comemorar, Patrick chegou a pedir desculpas ao capitão, cogitando que a iniciativa tivesse sido precipitada. Taison rechaçou de imediato a hesitação do Pantera Negra:

“Não tem que pedir desculpa nenhuma, a gente ganhou um clássico, cara”.

Ele pediu ainda, em tom de reflexão durante a entrevista, que as pessoas se colocassem no lugar de Patrick, Edenilson, Rodrigo Dourado e outros atletas do elenco colorado, que suportaram um hiato de tempo sem vitórias nos clássicos e consequentemente viram os adversários fazerem troças durante esse período.

“Vi pessoas dizendo que o Patrick fez errado. Se eu estivesse aqui na época faria o mesmo”, disse ele, que ainda fez questão de reforçar que as comemorações são respostas a essas vezes em que os jogadores do rival “tocaram cornetas” quando estiveram em boa fase e elencou exemplos para comparação:

“Os caras fizeram um minuto de silêncio em pleno Beira-Rio, fizeram live e pagode ao vivo. Aí a gente ganha o Grenal e não pode comemorar com nossa torcida e tem que ir pra dentro do vestiário?”, ponderou. O “Lanceiro Negro Colorado” arrematou com coerência e sensatez: “Quem zoa tem que aprender a ser zoado”.

Confere o papo do VDG com o ídolo Colorado:

Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

Compartilhe:

Comentários