Bustos quer Beira-Rio como força extra para o Gre-Nal

O recém chegado, Fabrício Bustos, logo de cara foi titular do Grenal da fase classificatória e realizou uma estreia de luxo em clássicos, ajudando na vitória colorada; seja com o apoio até a linha de fundo, seja na força da marcação efetiva e especialmente, com as tramas envolvendo Maurício e Edenilson, a cada vez que era acionado no jogo, rendia algo positivo.

A torcida saiu empolgada com o argentino e cria expectativas para seu desempenho nos dois próximos clássicos, que ocorrerão nos dias 19 e 23 de Março, válidos pela semifinal do Gauchão.

O lateral destacou o foco do time para os jogos, mas alertou que sabe que serão enfrentamentos mais difíceis do que o último confronto. Bustos entende também que é importante aproveitar o Beira-Rio como fator local, uma vez que na Arena o Grêmio se obrigará a sair mais para o jogo, ou seja, uma vitória abre em casa abre além da vantagem de gols e de regulamento para chegar até a final, mas também constrói um fator ambiental e emocional que pode ser útil no jogo fora de casa.

As laterais do Inter também foram tema de debate no Meia Hora desta quinta-feira:

Ainda sobre sua adaptação, o camisa 16 disse que o grupo o acolheu muito facilmente e que por conta de o elenco ter alguns compatriotas argentinos e ainda uruguaios, isso facilita na adaptação e que a parte física está em dia uma vez que vinha atuando regularmente no Independente-ARG.

“Sempre é importante jogar um clássico e ganhá-lo. Estamos com muita expectativa. Vão ser dois jogos muito difíceis, diferentes do que foi a partida anterior, porque eles já sabem a forma como jogamos, mas nós vamos tentar seguir jogando da mesma maneira e tratar de conquistar a vitória para chegar à final do torneio”, disse Bustos.

Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

Compartilhe:

Comentários